Sempre se falou nas questões de segurança num sistema Self-Checkout. Chegou a hora de falar mais sobre os Dispositivos de Conferência

Até mais ou menos o início desta década, falar em Self-Checkout no Brasil causava calafrios em boa parte dos nossos varejistas.

Isso se devia principalmente pela desconfiança de que consumidores ou mal preparados ou mesmo mal intencionados poderiam causar erros na operação, acabando por levar produtos das lojas sem pagar pelos mesmos.

Por outro lado, boa parte dos consumidores também não acreditaria ser possível realizar compras com tamanha autonomia, acostumados que estavam com níveis altos de serviços.

A popularização dos Self-Checkouts na Europa e nos Estados Unidos, mudou este cenário, mostrando vantagens para todos na operação desses equipamentos.

Agilidade para o cliente. Operação sem prejuízos para o varejo. A necessidade gerou o surgimento de dispositivos de segurança mais eficientes.

Outro fator importante para a aceitação e crescimento dos equipamentos de autoatendimento foi o surgimento de novos dispositivos de conferência e segurança, implementados para minimizar riscos de perdas no varejo.  Conheça alguns deles:

  • Dispositivo de conferência de peso

Pode ser instalado sob as sacolas plásticas disponibilizadas para o cliente embalar suas compras. Sua principal função é conferir, item a item, se o peso dos produtos colocados na sacola corresponde ao peso dos itens registrados pelo leitor de código de barras do self-checkout.

Caso o peso esteja correto, o cliente continua a passagem dos produtos pelo leitor. Caso o peso na sacola não corresponda ao registrado no leitor de código de barras, a operação é pausada. Imediatamente, um fiscal da loja pode ser acionado para esclarecer a divergência e auxiliar o cliente a recomeçar o ciclo de compras.

 

  • Bloqueios de Acesso

Instalados na saída da ilha dos self-checkouts, eles liberam a passagem somente quando o cliente apresenta, no leitor de códigos de barras do bloqueio, o QR Code impresso na Nota Fiscal da compra.

Com isso, clientes que não utilizaram o self-checkout não podem sair por aquele local. Esta tecnologia chamada dTower foi desenvolvida e é fabricada pela Digicon, empresa do mesmo grupo Empresarial da Perto.

 

  • Fiscal de Compras Alocado

Nesse caso, o varejista pode deixar um funcionário alocado para auxiliar os clientes que tenham alguma dificuldade no uso do self-checkout. Afinal, ao estar nas proximidades, o colaborador também fiscaliza operações duvidosas, interferindo imediatamente nesses casos.

Além destes dispositivos, outras tecnologias como a instalação de câmeras sobre o Self-Checkout também foram testadas com bons resultados.

Porém, no desenvolvimento do projeto, todas as opções devem ser consideradas de modo a oferecer boa relação custo-benefício e considerar a forma que o varejista deseja apresentar a sua operação para o consumidor.

A Perto já ajudou clientes em todo o Brasil a implantar seus projetos de autoatendimento com muito sucesso.

 

Quer ser um deles? Entre em contato agora mesmo.

QUERO ENTRAR EM CONTATO COM A PERTO.

 

Array ( [0] => WP_Post Object ( [ID] => 1259 [post_author] => 1 [post_date] => 2018-09-04 12:10:58 [post_date_gmt] => 2018-09-04 15:10:58 [post_content] => [post_title] => Self-Checkout [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => self-checkout [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2023-08-01 13:50:55 [post_modified_gmt] => 2023-08-01 16:50:55 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://grupodigicon.hmlproj.com.br/perto/?post_type=products&p=1259 [menu_order] => 2 [post_type] => products [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) )

Produtos relacionados

Self-Checkout
Self-Checkout

Terminal de Autoatendimento